site cluny
 

 

 
     

 

Colégio da Rainha Santa Isabel

Rua do Brasil, 41
3030-175 COIMBRA Tel: 239 79 39 60
Fax: 239 79 39 79 / 239 40 50 37

 

crsi

 

O Colégio Rainha Santa Isabel começou a funcionar com o 1º Ciclo antes de 1900. Em 1928 estabeleceu-se o Ensino Secundário. Nessa altura o Colégio funcionava na Rua José Falcão, nº18, sob a direcção da D. Octávia Neves.

Em 1930 a direcção do Colégio foi assumida pela Congregação das Irmãs de S. José de Cluny e a 4 de Junho de 1939 foi lançada a primeira pedra do actual edifício, que foi construído entre 1939 e 1941. Os custos desta Obra foram suportados pela Superiora do Colégio, a condessa de Vila Real, Irmã Maria de Jesus. Sendo também proprietária do Solar de Mateus e de outros bens patrimoniais, pediu autorização à Superiora Geral para que a sua fortuna financiasse a nova obra.

Uma outra Irmã da Congregação, possuidora de grandes bens de família, nomeadamente em florestas, de onde proveio a quase totalidade da madeira utilizada, teve o mesmo gesto e eis que a 4 de Julho de 1941 todo o esforço, dons e oração das Irmãs e seus colaboradores tiveram a alegria de ver a inauguração do actual Colégio.

O Colégio começou a funcionar com o Ensino Infantil e Primário, em regime de internato e externato. A partir de 1947, o Colégio deixou de ter Internato masculino, mas o Internato feminino apenas encerrou definitivamente em 1984.

Em 1978 o Colégio usufruiu de paralelismo pedagógico e começou a funcionar em regime de autonomia pedagógica em 1984. Em 2001, foi concedida Autonomia Pedagógica por tempo indeterminado a todos os Agrupamentos do Ensino Secundário.

O Colégio integrou-se no projecto da Escola cultural, AEPEC, que lhe deu uma abertura internacional. Em 1992, tornou-se Escola associada da UNESCO e do GERFEC-Groupe Européen et de Recherche pour la Formation des Enseignants Chrétiens.

Em 1996, celebrou-se o 1º Centenário da chegada das Irmãs a Coimbra e assistiu-se à demolição do velho ginásio e ao início da nova construção. O Colégio foi enriquecido com vários espaços:

Salas de dança,de Audiovisuais,Biblioteca, salas de Música, Laboratórios de Biologia e de Físico-Química, Sala Cluny (sala dedicada aos alunos), Bar, recreio coberto e Auditório Ana Maria Javouhey, com capacidade para 330 pessoas, dotado de cabine de tradução simultânea e de som, para Congressos nacionais e internacionais, Sala de Judo, um Polivalente com três ginásios, equipados com bancadas telescópicas que dão lugar a mais de 1000 pessoas sentadas. É neste espaço que se efectuam os Grandes Festivais Artísticos que o Colégio promove, quer a nível interno, quer a nível Europeu, nomeadamente na altura da Semana Cultural onde participam alguns Directores, Professores e Alunos das Escolas Europeias que trabalham Projectos Europeus em parceria com o Colégio.

Em 1998, o Colégio promoveu o Grande Fórum “Euro-Jovens” e em 1999 foram inauguradas as novas instalações. Em 2002, foram feitas obras de remodelação e restauro que permitiram ao Colégio usufruir de um maior número de salas de aula.

O Colégio, actualmente com quase 1000 alunos, desde os 3 anos de idade até ao 12º ano, tem um Ideário e um Projecto Educativo bem definidos, tendo como fontes de inspiração a Bíblia, Documentos da Igreja sobre Educação, a acção e testemunho de vida da Fundadora, o Carisma da Congregação, a Tradição documental da Congregação e Declaração dos Direitos do Homem.

No Colégio são privilegiadas as diferentes áreas do saber nas áreas Curricular, Católica e Cultural com particular relevo na Actividade Pastoral - Celebrações, Grupos de reflexão, Encontros… vivências de Fé… Oração da manhã diária… e nas Actividades Extra-Curriculares - Piano, órgão, flauta, guitarra, bateria, Coros, línguas, Ballet, judo, ginástica rítmica, desporto, patinagem artística, informática entre outros.

A Comunidade Educativa goza da presença, testemunho e acção de uma comunidade religiosa que é o núcleo dinamizador do Colégio.